As verdades que os homens contam

sexta-feira, 19 de setembro de 2008


Falar a verdade por vezes parece uma maldição... deixa eu pensar... sim parece sim.
Os seres humanos parecem ter uma relação incestuosa com a verdade, sabe, algo como se fosse bom te-la por perto, trata-la bem, mas não ser muito íntimo, nunca pôr-la na mesma cama, seria trágico e você teria rebentos deformados.
A verdade disso a cima é mais verdade ainda quando se trata de falarmos a verdade a uma mulher. Não que as mulheres sejam mentirosas ou tenham uma tendência maior pra isso, não, a questão é que elas tem mesmo menos estômago pra ouvir verdades.
Lembro que certa vez ousei dizer, em minha ignorância, que o vestido que minha amiga usava não era tão legal assim e na verdade só disse porque ela tinha pedido minha opinião, olhei pra ela esperando a gratidão por ter sido tão sincero mas o que vi em seus olhos me causa arrepios e me faz dormir com as luzes acesas até hoje.
Seu lindo rosto de anjo barroco se transformou em uma caricatura do mal, podia sentir seu hálito cada vez mais quente mesmo a distância e posso jurar que antes de postular que eu não entendia nada de moda(é verdade) eu ouvi ela dar aquele gritinho estranho da Xena.
Jurei por mim mesmo que iria gostar de tudo que ela vestisse daqui pra frente.

Um amigo teve um destino ainda pior, tudo porque ousou fletar com a verdade perante a sua namorada.
O dia era um sábado e hora era uma bem tarde quando ele resolveu olhar pro relógio só pra resolver esticar mais um pouquinho a noite junto com os amigos e a cerveja.
Músicas no violão e algumas cervejas depois resolvemos ir e fui acompanha-lo até sua casa que pra sua infelicidade também estava sua namorada que logo disse:

- Onde você estava que fiquei aqui te esperando?
Eu sei. Todos nós homens sabemos que se ele tivesse inventado uma estória qualquer as chances dele ter se saido numa boa eram bem grandes, mas homem honrado que é preferiu a verdade:

- Estava tomando uma cerveja com os moleques.

Pronto! Como uma amazona de orgulho ferido ela se lançou a lhe xingar e lhe perguntar se não tinha vergonha de falar aquilo(a verdade?) e como era cara de pau(de falar a verdade?) e coisas mais que todo homem já deve ter ouvido uma vez(na verdade muitas vezes). E ele não tinha mais defesa, pois a verdade, por ironia do seu destino boêmio estava ao lado dela, tudo que dissesse só pioraria sua situação, a verdade é implacável, nunca perdoa.
Algum pensador que não lembro quem é disse "A verdade é nosso bem mais precioso, vamos poupa-la". Provavelmente soltou essa depois de encarar a mulher e dizer que não havia notado seu novo penteado.
A verdade(e essa elas vão gostar) é que a sensibilidade da mulher carece de entendimentos ou padrões sociais, como carecemos de jeito com elas.
Mas o mundo gira e nós aprendemos


Ao lerem isso aqui não quero que encarem como um manual do bom mentiroso, nem achem que faço uma apologia a mentira, não, é só um tributo a criatividade.

17 comentários:

Nina Ferreira disse...

Então, a admiração é recíproca, darling.

Quase passei mal de saudade. :)

Beijaço.

Danilo disse...

a verdade existe não, depende do referencial....

Marcio Sarge disse...

Leia a Nina, e me invejem pelo que ela me escreveu rsrs

Sαм; disse...

Ah querido, mulher é assim mesmo, se acostuma!
Brigamos por dizerem a verdade, grigamos por ocultarem-na e brigamos por dizerem mentiras!
*Presentinho pra ti lá no blog.

Beijos

Márcio Ribeiro disse...

Vai entender né... as vezes uma mentira vale mais do que uma verdade, mesmo que a pessoa a qual falamos a mentira, no fundo saiba, que o que falamos não é verdade.

http://comideiaseideais.blogspot.com

carla m. disse...

Marcinho, querido,

tenho de discordar apenas no olhar. Detesto a reação feminina padrão à alguma verdades, mas há uma verdade a ser dita.

Não é que nós, mulheres lidemos de uma forma ruim com a verdade. Nós apenas não lidamos do jeito que vocês, homens gostariam.

Vai entender, não?!

beijocas e segue a carga que tá boa!

beto disse...

legal o texto!!Mas a relação com a verdade é assim em geral indepedente do sexo

http://casosmisteriosos.blogspot.com/

http://casosmisteriosos.blogspot.com/

PequenAprendiz disse...

Acaba acontecendo que vocês por medo da reação feminina diante da verdade, acabem omitindo, ou alterando um pouco, às vezes muito, os fatos, só pra evitar aquela chateação... e têm até razão...
Agradecer a sua visita em meu blog e desejar uma ótima semana!
Abços

Perci Carvalho disse...

pois é... e (naquele sabado de dor de ouvido) depois do Marcelo Camelo ficar roucode tanto cantar no meu CD, levantei, tomei banho, voltei pra cama... e JANIS pra desestressar dakela dor que detonou meu fds :S


bem... vim aki só mesmo retribuir e agradecer a visita, mas gostei do que li, vou ficar mais um pouco, ler otras cositas más...



abraço!

carla m. disse...

Saudade Dos Crimes?

passa lá, que eu não aguento ver amigo meu tristinho.

beijocas

HoneyBee disse...

Olá, moço!

De fato as novelas de hoje em dias são péssimas. Salvo algumas excessões. Das mais recentes que tem algo de interessante, cito apenas "O Cravo e a Rosa", que renovou o morto horário das seis.

E a verdade que os homens contam são menos prejudiciais que as mentiras que os homens contam. Com o tempo, as mentiras aparecem e doem muito mais que uma verdade difícil. =)

Ah, mas e as mentiras que os homens contam? já leu? Adoooro esse livro!

carla m. disse...

Márcio querido,
Respondendo o teu comentário lá no Dos Crimes:

Não, acho que esse é o pulo do gato. Desprendimento não significa abrir mão dos desejos. Como eu disse muito lindo, mas nada humano.

Desprendimento é saber reconhecer quando o desejo é ideal ou realizável, ou quando ele ainda faz sentido, ou quando o caminho fez mais sentido que a realização.

beijoca!

HoneyBee disse...

a tarada pela lingua portuguesa sou eu. rs. Você confundiu.

Ah, e a evolução na apresentação dos temas é resultado de uma crítica que recebi, aliás, várias. Portanto, se quiser criticar alguma coisa, sinta-se a vontade! =)

Maranganha Abilolado disse...

Se o Diabo é o pai da mentira, é o pai da criatividade, hehehehe.

Rejane Oliveira disse...

- Amor, estou me sentindo mais gordinha, sei lá. O que vc acha? Acha que engordei?

- que é isso me bem, claro que não, gostosa....

- ah bem, pode falar a verdade, eu sei vai. Fala, estou gordinha não tô?

- ah meu bem, realmente percebi que vc deu uma engordada, mas eu te amo de qq jeito bem.

- seu idiota, insensível, palhaço... sempre me criticando.

- ...



Olá Sarge, adorei o texto.

É isto, é isso!

bjos

*.*Allegr!a*.* disse...

A verdade é o santo graal das relações, mas como humanos e limitados que somos, não damos conta do poder que ela tem.
A verdade é para fortes, é para poucos, há quem goste de se enganar, e prefere viver na malha cor de rosa das mentiras fáceis.
E quem mente talvez seja muito mais infeliz do que o é enganado.
O mal do esperto é achar que todo mundo é otário.
Agora, existem mentirinhas que são apenas bom senso.
Minhas críticas e opiniões pessoais por exemplo, são minhas, e enquanto não pedirem, não posso sair por aí atirando as minhas verdades.
Mas preciso desabafar:

Acho que viciei no blog do Sarge...
(verdade), rsrs.

beijo

*.*Allegr!a*.* disse...

"E quem mente talvez seja muito mais INfeliz do que o é enganado."
repetindo o trecho aí de cima...
A mentira não pode levar Allegr!a a lugar algum.
Concordamos!
Estou sempre por aqui.

beijo

 
Blog do Sarge - Templates para novo blogger